05 Setembro 2019

As vendas da SEAT continuam a crescer em agosto. O efeito da norma WLTP, que levou a um forte aumento nos registos automóvel na Europa em agosto de 2018 e a uma queda no mesmo mês deste ano, não prejudicou o novo recorde mensal da SEAT. Em agosto, as entregas da empresa totalizaram as 42.100 viaturas, 2% mais do que no mesmo mês do ano anterior (41.200) e 41,6% mais do que o registado em agosto de 2017 (29.700).

No acumulado de 2019, a SEAT entregou 411.600 veículos, o que corresponde a um aumento de 7,2% (de janeiro a agosto de 2018: 384.000). Com este resultado, a empresa automóvel supera o recorde registado no mesmo período de 2018.

As vendas da CUPRA* também seguem em alta, aumentando 70,6% entre janeiro e agosto, num total de 17.100 veículos. A quatro meses do final do ano, a nova marca tem superado amplamente todas as vendas de 2018 (14.400 unidades).

O vice-presidente Comercial da SEAT e CEO da CUPRA, Wayne Griffiths, destacou que “o resultado de agosto mantém o desempenho que definimos na Europa em 2019: crescemos num ambiente difícil, aumentando as vendas e conquistando quota de mercado ao longo do ano. Acreditamos que os nossos resultados continuarão a melhorar e que iremos manter este crescimento no resto do ano”.

A empresa automóvel vendeu 42.100 veículos em agosto e bate o recorde de 2018

 

Entre janeiro e agosto, as vendas mundiais da SEAT cresceram principalmente impulsionadas pelos resultados da Alemanha, França e Itália. A Alemanha (94.800 veículos; + 14,1%), a Espanha (80.000; + 1,2%) e o Reino Unido (46.800; + 3,5%) continuam a ser os mercados mais importantes a nível mundial. Na Alemanha e no Reino Unido, a SEAT obtém até agosto o melhor resultado histórico de vendas; e em Espanha é a marca mais vendida, aumentando a diferença com os seus concorrentes. França e Itália completam o TOP 5 de principais mercados, com um crescimento de 14,9% (24.800 veículos) e 20,7% (18.400), respetivamente.

Os resultados da SEAT crescem a dois dígitos na Suíça (8.800 viaturas; + 10,9%), nos Países Baixos (8.300 veículos; + 31,2%), na Suécia (6.300; + 21,8%) e na Dinamarca (5.200 + 45,2%). E acima da média do mercado na Áustria (15.900; + 2,7%), em Portugal (7.871; + 6,8%) e na Irlanda (3.900; + 9,7%). As vendas da SEAT aumentaram no México (16.500; + 6,5%) num contexto de queda de matrículas, atingindo o maior volume de vendas de janeiro a agosto.

 

O Salão de Frankfurt mais elétrico

A SEAT irá participar no Salão do Automóvel de Frankfurt, a partir do dia 10 de setembro, com uma clara aposta na mobilidade elétrica. Depois do anúncio do Mii electric e do el-born, os dois primeiros modelos 100% elétricos da SEAT, a CUPRA irá apresentar o novo concept car Tavascan, o primeiro veículo 100% elétrico da marca. Além disso, a SEAT irá revelar o novo SEAT Tarraco PHEV, o primeiro SUV híbrido plug-in elétrico da marca.

Em Portugal, a SEAT continua a consolidar a sua posição

No acumulado entre janeiro e agosto de 2019, a SEAT Portugal alcançou um aumento de vendas de 6,8%, num momento em que o mercado regista um recuo de 6,1%. A Marca totaliza, no período mencionado, 7.871 viaturas entregues no mercado português (contra 7.373 automóveis em 2018).

Estes resultados demonstram que, apesar do mercado demonstrar uma quebra de vendas quase generalizado, a SEAT continua a crescer, mantendo uma posição no TOP 10 das marcas mais vendidas.